CidadeDestaqueGeral

UFTM retoma ações de eventos sustentáveis

A Assessoria de Eventos Sustentáveis (Ases)/UFTM retoma atividades em 2018, depois de um período de suspensão de cerca de um ano. O projeto de extensão universitária, criado em 2015 com o objetivo de fornecer sustentabilidade a eventos, é vinculado à Liga Acadêmica de Sustentabilidade da UFTM e atua sem fins lucrativos. O intuito principal é promover a conscientização da sustentabilidade para os participantes e organizadores, tanto na comunidade interna da Instituição quanto na comunidade externa, no caso, o Município de Uberaba. O projeto busca sempre trazer ao evento assessorado sustentabilidade nos três pilares fundamentais do termo: ambiental, social e econômico. O principal compromisso da Ases é com o meio ambiente e as futuras gerações.
“Atuamos na prestação de serviços para qualquer tipo de evento cujos organizadores tenham o desejo de torná-lo sustentável. Contamos com uma equipe de 10 membros para realizar nossos serviços, divididos de acordo com a necessidade do evento. Contamos também com uma tabela guia de sustentabilidade de eventos em que apontamos e classificamos todos os itens que achamos interessantes para tornar os eventos sustentáveis”, explicou a coordenadora da Ases e aluna do curso de Engenharia Ambiental, Laura Beatriz de Oliveira. A professora Bruna Coêlho supervisiona o projeto.
Desde a sua criação em 2015, o projeto assessorou 37 eventos entre o período de 2015 a 2016, sendo 11 eventos assessorados no primeiro ano, dos quais seis foram classificados como parcialmente sustentáveis e cinco como sustentáveis. No ano de 2016, o número de eventos assessorados cresceu para 26 e, destes, dois foram classificados como não sustentáveis, 19 como parcialmente sustentáveis e cinco como sustentáveis.
Para entrar em contato com a Ases, basta acessar o site do projeto: https://asesuftm.wixsite.com/ases

Mostre mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.